1 metro tem quantos centímetros?

Você estava lá de boa, por exemplo, medindo o comprimento de alguma coisa ou simplesmente estava fazendo uma tarefa da escola, quando de repente surgiu aquela dúvida marota na sua mente: 1 metro tem quantos centímetros?
Essa dúvida é deveras pertinente, pois o metro é muito importante para nós porque está sempre presente no nosso dia a dia. Estamos constantemente tendo que fazer medições, não é mesmo?!
O metro está entre as medidas mais conhecidas e utilizadas do Sistema Internacional de Unidades (logo mais explicaremos o que é esse sistema e qual a sua importância).
As principais unidades de comprimento são: metro, centímetro e quilômetro.

👀 Já que estamos falando de comprimento, tendo em vista que nosso site é interdisciplinar, não perca também essa dica gramatical: comprimento (palavra escrita com a vogal "o") significa dimensão, tamanho ou extensão. Por outro lado, a palavra cumprimento (escrita com a vogal "u") significa saudação ou até mesmo ato ou efeito de cumprir ou executar algo. Não escorregue nessa casquinha de banana. Avante!

Nesta aula textual, além de saber quantos cm tem 1 metro, se você ler o artigo até o final, irá ficar craque nesse importante assunto da matemática, pois vai aprender todas as regras pertinentes e será capaz de fazer praticamente qualquer conversão sozinho.
Mãos à obra!
Links relacionados, responda se for capaz:

1 metro tem quantos centímetros?

Em uma reposta rápida, clara e objetiva, 1 metro tem 100 centímetros
Matematicamente falando, concluímos que: 1 m = 100 cm, ou seja, 1 m equivale a 100 cm.
Se você quer saber apenas isso e deixar de aprender as regras que te deixarão expert em conversão de medidas, tudo bem, nós entendemos.

Porém, se você é uma pessoa curiosa, que está sempre disposta a se tornar cada vez mais inteligente, não perca a oportunidade de ampliar ainda mais os seus conhecimentos. Afinal, conhecimento é poder!

Sistema Internacional de Unidades (SI)

Inicialmente, entenda que o metro é uma das medidas-padrão do Sistema Internacional de Unidades (SI). 
Esse eminente sistema foi originado na França no ano de 1799 e tem como função estabelecer parâmetros para unidades de medida aceitos mundialmente. Antes dele, cada país tinha criava suas próprias medidas, o que transformava tudo em uma verdadeira bagunça.
Para os cientistas e demais estudiosos, é como se o SI fosse um idioma universal, falado por todas as pessoas da Terra. Nele, existem basicamente as seguintes medidas: de massa (Quilograma); de tempo (Segundo); de comprimento (Metro); de energia elétrica (Ampere); de temperatura (Kelvin); de matéria (Mol) e de intensidade luminosa (Candela).

Múltiplos e submúltiplos do metro

Feitos esses esclarecimentos, agora devemos saber que existem medidas correspondentes aos múltiplos e aos submúltiplos do metro
Múltiplos se referem a multiplicação e submúltiplos guardam relação com a divisão.
Tenha calma, pois vamos explicar isso detalhadamente logo abaixo.

👉 Múltiplos são os valores obtidos após a multiplicação de determinados elementos por um número fixo. No caso dos múltiplos do metro, o número fixo é o 10. Por isso, temos o sistema métrico decimal de conversão.

👉 Seguindo mesma lógica, os submúltiplos correspondem aos valores obtidos após a divisão de certos elementos por outro número inteiro sem deixar resto. Em se tratando de conversão de medidas de comprimento, esse número fixo também é 10.

Conclusão: os múltiplos e submúltiplos do metro variam na razão de 10. Lembre-se do sistema métrico decimal.

Apenas para facilitar o seu entendimento, observe a sequência hipotética: 2, 4, 6, 8, 10, 12 e 14.

Pois bem, todos esses números acima são provenientes da multiplicação de vários números pelo número fixo 2, veja abaixo:

1 x 2 = 2
2 x 2 = 4
3 x 2 = 6
4 x 2 = 8
5 x 2 = 10
6 x 2 = 12
7 x 2 = 14

Assim, podemos concluir que os números 2, 4, 6, 8, 10, 12 e 14 são múltiplos de 2. 
Depois de visto esse exemplo hipotético, vamos finalmente conhecer os múltiplos e submúltiplos do metro.
1-metro-tem-quantos-centimetros

Múltiplos do metro

Preste bastante atenção na imagem acima e perceba que as medidas são como uma escada que varia de 10 em 10 a cada degrau. 
É como se o degrau de cima fosse dez vezes maior que o degrau imediatamente abaixo dele.
Para subir 1 degrau, deve-se dividir o número que se quer converter por 10. Ao contrário, para descer um degrau, deve-se multiplicar o número que se quer converter por 10.
Os múltiplos do metro são:

quilômetro (km)
hectômetro (hm)
decâmetro (dam)

A multiplicação por 10 começa a partir do elemento padrão, o metro. Vamos multiplicar:

1 metro = 1 m
1 m x 10 = 1 Decâmetro; 
1 Decâmetro x 10 = 1 Hectômetro; 
1 Hectômetro x 10 = 1 Quilômetro.

Observe que a escalada ocorreu de 10 em 10, motivo pelo qual chamamos esse sistema de métrico decimal.
Caso queiramos pular do metro diretamente para o quilômetro, serão três degraus: 10 x 10 x 10, o que corresponde a 1000.

Ou seja, 1 quilômetro tem 1000 metros (1 km = 1000 m).

Todos os múltiplos em relação ao metro aparecem da seguinte forma:

➞ 1 quilômetro tem 1000 metros. O prefixo "quilo" significa mil.
➞ 1 hectômetro tem 100 metros. O prefixo "hecto" significa cem.
➞ 1 decâmetro tem 10 metros. O prefixo "deca" significa dez.


De forma abreviada:

1 km = 1000 m
1 hm = 100 m
1 dam = 10 m

Submúltiplos do metro

Tomando-se como base o argumento visto acima, chegamos à conclusão de que os submúltiplos do metro são como os "pedaços" do metro. Imagine o metro sendo dividido em várias partes como uma barra de chocolate.

Assim, os submúltiplos do metro são:

➞ decímetro (dm) - décima parte de 1 metro.
➞ centímetro (cm) - centésima parte de 1 metro.
➞ milímetro (mm) - milésima parte de 1 metro.

A décima parte do metro corresponde ao metro dividido por 10, isto é, 1 ÷ 10. Então 1 decímetro equivale a 0,1 metro. Em outras palavras, 1 metro tem 10 decímetros.
A centésima parte do metro corresponde ao metro divido por 100, isto é, 1 ÷ 100. Então 1 centímetro equivale a 0,01 metro. Eu outros termos, 1 metro tem 100 centímetros.
A milésima parte do metro corresponde ao metro dividido por 1000, isto é, 1 ÷ 1000. Então, 1 milímetro equivale a 0,001 metro. Significa dizer que 1 metro tem 1000 milímetros.

Veja que a divisão ocorreu de 10 em 10, partindo do metro até chegar ao milímetro. 
Dividiu-se o metro por 10, chegando-se ao decímetro. Depois dividiu-se o decímetro por 10, chegando-se ao centímetro. Por fim, dividiu-se o centímetro por 10, chegando-se ao milímetro.
Tudo ocorre como se estivéssemos subindo ou descendo os degraus de uma escada.

Fazendo as conversões, fica assim:

➞ 1 metro tem 10 decímetros. 
➞ 1 metro tem 100 centímetros.
➞ 1 metro tem 1000 milímetros.


Concluídas todas as explicações teóricas, vejamos alguns exemplos práticos para você treinar algumas das principais conversões.
Observe a figura abaixo para não se perder na contagem. Aqui vamos pular casas para direita ou para a esquerda, conforme o caso específico.


Para converter uma medida maior em uma medida menor, ou seja, da esquerda para a direita, devemos multiplicar o número por 10 até chegarmos à medida que queremos conhecer. Siga os x10 da cor verde.
Por exemplo, suponhamos que você queira descobrir quantos centímetros tem 5 quilômetros.
Então, terá que começar a contar do km e ir pulando as casas até chegar ao cm.
Fazendo isso, podemos perceber que devemos pular 5 casas, partindo do km até o cm.
Assim, multiplicaremos 5 x 10 x 10 x 10 x 10 x 10, que equivale a 5 x 100000.
Portanto, podemos concluir que 5 km tem 500000 cm (cinco quilômetros tem quinhentos mil centímetros).
Olhe mais alguns exemplos para compreender melhor.

m para cm

Para converter de m para cm, ou seja, de metro para centímetro, devemos observar a imagem acima e percorrer duas casas da esquerda para direita, partindo do metro.
Neste caso, devemos multiplicar o número duas vezes: 10 x 10, ou seja 100x.
Assim, para converter de m para cm, você deverá sempre multiplicar o número que quer converter por 100.

Confira alguns resultados:

2 m tem 200 centímetros.
5 m tem 500 centímetros.
10 m tem 1000 centímetros.
25 m tem 2500 centímetros.

Chegamos à seguinte fórmula:
x metros = y x 100 centímetros, onde x é o valor em metros que você quer descobrir e y é o valor em centímetros que você já sabe e quer converter.

mm para cm

Para converter de mm para cm, ou seja, de milímetros para centímetros, o procedimento será sempre o mesmo: dividir o valor por 10.
Devemos caminhar da direita para a esquerda, pulando apenas uma casa.
Isso ocorre porque, conforme podemos observar na imagem, o milímetro é dez vezes menor que o centímetro. Esses dois submúltiplos são vizinhos.
Por exemplo:

15 milímetros equivale a 1,5 centímetros.
60 milímetros equivale a 6 centímetros.
100 milímetros equivale a 10 centímetros.
5 milímetros equivale a 0,5 centímetros.

Chegamos à seguinte conclusão matemática:
x milímetros = y /10 centímetros, onde x é o valor em milímetros que você quer descobrir e y é o valor em centímetros que você já tem e quer converter.

cm para mm

Agora vamos fazer o contrário. Vamos converter cm para mm, ou seja, centímetros para milímetros.
Neste caso, devemos multiplicar o valor cujo resultado estamos procurando.
Lembre-se de que centímetro é dez vezes maior que maior que milímetro, por isso temos que realizar a multiplicação por 10.

Vejamos alguns exemplos:

20 centímetros tem 200 milímetros.
1 centímetro tem 10 milímetros.
60 centímetros tem 600 milímetros.
13 centímetros tem 130 milímetros.

Chegamos à seguinte conclusão:
x centímetros = y x 10 milímetros, onde x é o valor em centímetros que você quer descobrir e y é o valor em milímetros que você já tem e quer converter.
Veja um vídeo que preparamos acerca desse assunto:
Essas são as regras de conversão de medidas de comprimento. Se restou alguma dúvida, fique à vontade para escrever um comentário. Em breve, responderemos! 😀

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem