Distrato ou destrato?

Você sabe qual a diferença e em qual contexto deve utilizar corretamente distrato ou destrato
Ou ainda, sabe qual a distinção entre os verbos distratar e destratar? 
Se ainda não sabe, fique tranquilo, pois certamente agora você aprenderá tudo sobre esse importante assunto da língua portuguesa.
Inicialmente, é imprescindível (indispensável) destacarmos que ambas as palavras existem e fazem parte do nosso vocabulário ortográfico.
Porém, elas somente estarão plenamente de acordo com a norma culta se forem empregadas em contextos adequados, principalmente em relação aos sentidos que querem exprimir.
Além de assimilar (absorver ou incorporar) a diferença, você irá conferir os sinônimos, a classificação gramatical e a divisão silábica das palavras distrato e destrato.
Como têm grafia e pronúncia parecidas, elas são chamadas de parônimos.

Caso ainda não saiba, parônimos são palavras cujas grafias (formas como são escritas) são  parecidas ou semelhantes, mas que possuem significados totalmente distintos.

Por exemplo: absolver (significa inocentar) e absorver (significa reter ou incorporar); cavaleiro (aquele que monta um cavalo) e cavalheiro (homem educado ou gentil); comprimento (significa extensão) e cumprimento (significa saudar ou executar uma tarefa).
Não deixe de aprender também:

Distrato ou destrato

Agora vamos ver detalhadamente quando devemos usar distrato ou destrato sem cometer erros de português. Mãos à obra!

Distrato

A palavra distrato (escrita com a vogal i) é gramaticalmente classificada como substantivo e significa ato ou efeito de distratar, desfazer, anular, invalidar; distrate, rescisão.
Em linguagem mais aplicada ao âmbito do Direito Civil, distrato é o oposto de contrato, o qual significa negócio jurídico que envolve duas partes (bilateral) ou mais (plurilateral) acerca de determinado objeto, cuja consequência é criar, modificar ou extinguir direitos e obrigações.
As regras que regulam os contratos e sua extinção encontra-se previstas no Código Civil brasileiro , notadamente em seu art. 472:
Art. 472. O distrato faz-se pela mesma forma exigida para o contrato.

Vamos explicar melhor o que é distrato através de um exemplo prático. Veja a seguir.
Se uma pessoa deseja alugar uma casa de outra, esse aluguel pode ser formalizado através de um contrato de aluguel (acordo de vontades).
Nesta espécie de contrato (aluguel) temos duas partes envolvidas: o proprietário do imóvel a ser alugado (locador) e, por outro lado, aquele que vai alugar a edificação (locatário, comumente conhecido como inquilino).
Caso as pessoas envolvidas (locador e locatário) queiram desfazer o contrato anteriormente firmado, elas podem realizar o distrato contratual, pondo fim ao acordo.

Frases com a palavra distrato

  • Os empresários formalizaram um distrato comercial por causa da cotação do dólar.
  • O distrato na relação de emprego deve obedecer às regras da Consolidação das Leis do Trabalho.
  • Após longos anos, o locador e o locatário da loja celebraram o distrato contratual referente ao aluguel do imóvel.

Divisão silábica: dis-tra-to (palavra trissílaba).

Destrato

A palavra destrato (escrita com a vogal e) é gramaticalmente classificada como substantivo masculino e significa ato ou efeito de destratar, insultar, maltratar ou ofender alguém com palavras ou gestos.

Como podemos perceber claramente, a palavra destrato, em que pese a estreita semelhança ortográfica com a palavra distrato, possui sinônimo muito divergente da palavra analisada anteriormente. Cuidado e fique muito atento em relação às pegadinhas da língua portuguesa!

Frases com a palavra destrato

  • O gerente do banco destratou o cliente.
  • Não devemos destratar as pessoas.
  • Após destratar o policial, a mulher foi presa por desacato à autoridade.

Divisão silábica: des-tra-to (palavra trissílaba).

Distratar ou destratar

Depois desses esclarecimentos, você já deve ser capaz de empregar corretamente os vocábulos distrato e destrato.
Da mesma forma, saberá usar corretamente os verbos distratar ou destratar.
Porém, vamos entender um pouco mais sobre essas duas últimas palavrinhas?!

Destratar

O verbo destratar é formado a partir de um fenômeno denominado de derivação prefixal, que nada mais é do que o acréscimo de um prefixo (que vem antes) a determinada palavra primitiva.
No nosso caso específico, temos o acréscimo do prefixo des- ao verbo tratar, alterando substancialmente o sentido da palavra. 
Assim, o prefixo des- (de origem latina) indica ideia de negação, oposição ou privação em relação a algo ou alguém.
Como vimos, destratar significa tratar mal, que é o oposto de respeitar ou tratar bem.
Observe a conjugação do verbo destratar no presente do indicativo:

eu destrato
tu destratas
ele/ela destrata
nós destratamos
vós destratais
eles destratam

Distratar

Por outro lado, o verbo distratar é formado a partir de derivação sufixal, que nada mais é do que o acréscimo de um sufixo (que vem depois) a determinada palavra primitiva.
Significa dizer que há um acréscimo de um sufixo à referida palavra. 
Em nosso caso, temos o substantivo masculino distrato ao qual é acrescentado o sufixo verbal -ar.
Assim, distratar significa ato ou efeito de rescindir, extinguir ou invalidar um contrato.
Olhe a conjugação do verbo distratar no presente do indicativo:

eu distrato
tu distratas
ele/ela distrata
nós distratamos
vós distratais
eles distratam

Distrato ou destrato - resumo

Para facilitar a memorização dos conceitos estudados, guarde as seguintes informações em seu cérebro:
  • Distrato 👉 oposto de contrato.
  • Destrato 👉 ofensa.

Esperamos que você tenha gostado de aprender mais esta dica de português (destrato ou distrato).
Veja este rápido vídeo para facilitar o seu processo de memorização e fixação do conteúdo estudado:


Se, mesmo depois de toda a abordagem teórica, restou alguma dúvida, poste-a nos comentários e em breve iremos respondê-la.

Walderlei

Servidor público concursado, bacharel em Direito e em Segurança Pública, tendo frequentado ainda 6 semestres do curso de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Ceará. Apaixonado pelo conhecimento!

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem