Penny teve 5 crianças. A primeira chama-se Janeiro. A 2ª chama-se Fevereiro...Qual é o nome da 5ª.

Você vai se surpreender com mais um teste de raciocínio lógico que é muito fácil e, ao mesmo, tempo muito difícil. Parece meio contraditório, não é mesmo?!
Isso é o que chamamos popularmente de charada. Veja o desafio:

Penny teve 5 crianças. A primeira chama-se Janeiro. A 2ª chama-se Fevereiro. A 3ª Março. A 4ª Abril. Qual é o nome da 5ª.

À primeira vista, o problema parece muito simples, mas, se você não ler e interpretar corretamente as frases, talvez nunca consiga acertar a resposta correta.
Se você gosta de testar a sua mente, não deixe de ver também os seguintes desafios:

Qual é o nome da 5ª criança

É impressionante a forma como nosso cérebro funciona. Ele sempre busca sentido nas coisas por meio de técnicas e raciocínio lógico, principalmente na tentativa de catalogar e estabelecer sequências entre elementos.
Mas, às vezes, esse raciocínio pode ocorrer de maneira equivocada e nos levar a erros de interpretação.
No teste apresentado, por exemplo, a nossa mente capta algumas informações e vai organizando-as em sequência, a fim de facilitar a obtenção do resultado. Observe novamente as afirmações:
  • Penny teve 5 filhas
  • A 1ª chama-se Janeiro
  • A 2ª chama-se Fevereiro
  • A 3ª Março
  • A 4ª Abril

Provavelmente, você raciocinou assim: ora, a personagem denominada Penny atribuiu a cada criança o nome de um dos meses do ano em ordem crescente, a partir do mês de Janeiro. 
Então, ficaria fácil e tentador concluir o seguinte: como a 4ª criança é Abril. A 5ª criança só poder ser Maio.
Porém esse raciocínio está errado por causa de um simples detalhe que faz toda a diferença: a última frase não é uma pergunta, mas uma afirmação!
  • Qual é o nome da 5ª.
A frase termina com um ponto final e não com um ponto de interrogação. Ou seja, o nome da 5ª criança é QUAL, pois afirmou-se que qual é o nome da 5ª.
Repare na imagem:
Imagem Penny teve 5 crianças. A primeira chama-se Janeiro. A 2ª chama-se Fevereiro...Qual é o nome da 5ª

Logo, para resolver essa charada, você precisaria muito mais de atenção à pontuação das frases do que de raciocínio lógico-matemático. Seu pensamento foi desviado do foco, assim como pode ocorrer em várias ocasiões.

Um mero sinal de pontuação mudou toda a história. Mais uma vez, a língua portuguesa interferiu em um teste de raciocínio-lógico. Temos uma prova de que ambas as disciplinas não são mutuamente excludentes, mas complementares.

Por isso, o enunciado descrito na imagem diz: leia com muita atenção! Esperamos que você tenha entendido a lógica do desafio proposto. Compartilhe o teste com seus amigos e veja se eles também irão acertar. 😉
Até a próxima dica do Aprender Fácil!

Walderlei

Servidor público concursado, bacharel em Direito e em Segurança Pública, tendo frequentado ainda 6 semestres do curso de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Ceará. Apaixonado pelo conhecimento!

3 Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem