Quantos meses tem um semestre?

Nesta rápida postagem, vamos esclarecer dúvidas bastante frequentes acerca de agrupamentos de meses existentes em um ano letivo, sendo que as principais dúvidas são: quantos meses tem um semestre, quantos meses tem um bimestre e quantos meses tem um trimestre.
Esses grupos de meses são os mais conhecidos. No entanto, ainda existe o quadrimestre assim como o pentamestre ou quinquemestre, embora estas últimas duas formas ainda não estejam recepcionadas pelos dicionários de língua portuguesa.
Para resolvermos as pendências sobre os sinônimos referentes aos meses do ano, basta que prestemos atenção à morfologia das respectivas palavras envolvidas. 
Existem prefixos gregos ou latinos aplicados à matemática que nos dão pistas e nos ajudam a entender o assunto de uma forma muito rápida e clara.
Além de aprender quantos meses tem 1 semestre, você irá conferir, ao final, algumas curiosidades sobre o nosso calendário, como, por exemplo, por que o mês de setembro não é o mês 7, mas sim o 9, ou ainda por que o mês de dezembro não é o mês 10, mas sim o 12.
Verá também como nosso calendário funciona e o que é um ano bissexto.
Não deixe de tentar resolver também os seguintes desafios lógico-matemáticos:
quantos-meses-tem-1-semestre

Quantos meses tem um semestre?

A palavra semestre tem origem a partir do prefixo latino sex, que se refere à matemática e equivale ao número seis.
Também devemos lembrar que o prefixo latino semi significa, em uma tradução livre, meio ou metade. Isso nos remete imediatamente à ideia de metade de um ano. Essa é uma grande pista para sabermos quantos meses tem um semestre.
Ambos os prefixos constantes na palavra em análise - sex e semi - facilitam a nossa compreensão morfológica sobre ela, assim como nos auxiliam a perceber o significado da referida palavra.

Por outro lado, o termo mestre provém do latim mensis, que signigica mês. 
Então, o termo mestre nos dá uma dica sobre a quantidade de meses em análise na palavra em foco.
Assim, concluímos que o vocábulo semestre é originado da palavra latina semestris e significa objetivamente seis meses consecutivos.
O nosso ano letivo possui doze meses. Consequentemente, se dividirmos o ano em duas partes, surgirão duas metades as quais denominamos semestres. 
Logicamente, se o ano tem 12 meses, basta dividirmos 12 por 2, resultando em 6.
Assim, em um ano há dois semestres, cada um deles possui seis meses, sendo que o primeiro semestre começa no mês de janeiro e vai até o mês de junho
Já o segundo semestre se inicia no mês de julho e vai até o mês de dezembro.

Consoante (conforme) explicamos anteriormente, os prefixos nos dão boas dicas acerca dos significados das palavras. Veja alguns prefixos gregos aplicados à matemática:
  • mono - 1
  • bi ou di - 2
  • tri - 3
  • tetra - 4
  • penta - 5
  • hexa - 6
  • hepta - 7
  • octa - 8
  • enea - 9
  • deca - 10


Quantos meses tem um bimestre?

Observando os prefixos supracitados, resta evidenciado que a palavra bimestre é composta pelo prefixo bi, que significa dois, e pela palavra mestre, que provém da palavra latina mensis, que significa mês.
Pela lógica, um bimestre possui dois meses consecutivos
Para sabermos quantos bimestres tem o ano, basta dividirmos o total de meses, que são doze, pelo número de meses correspondente a um bimestre, que são dois. Fica assim: 12 ÷ 2 = 6.
Chega-se à conclusão de que o ano tem 6 bimestres.

Quantos meses tem um trimestre?

Usando o mesmo raciocínio, podemos concluir que um trimestre possui três meses consecutivos, haja vista que a referida palavra é formada pelo prefixo matemático grego -tri, que equivale a três, e pela palavra mestre, que se refere e equivale a mês.
Para sabermos quantos trimestres tem o ano, basta dividirmos o total de meses, que são doze, pelo número de meses correspondente a um trimestre, que são três. Fica assim: 12 ÷ 3 = 4.
Logo, um ano letivo possui quatro trimestres. 

Diante do exposto, vimos que é muito simples entendermos essa regra, basta que olhemos para o prefixo constante na palavra em análise.

Por fim, temos o quadrimestre, palavra originada do latim quadrimestris, que significa período de quatro meses (também chamado de quatrimestre) e o pentamestre ou quinquemestre. Mas atenção: pentamestre e quinquemestre podem se referir ao período de cinco meses, entretanto essas palavras ainda não se encontram normatizadas em nossos dicionários.

Curiosidades sobre o nosso calendário

Se você é curioso(a) então vai gostar de saber sobre algumas coisinhas muito interessantes sobre o nosso calendário.

Calendário gregoriano

No nosso calendário atual, os meses de setembro, outubro, novembro e dezembro não são respectivamente os meses 7, 8, 9 e 10, mas sim os meses 9, 10, 11 e 12.
Mas por que isso ocorre? Você deve estar se perguntando agora.

Atualmente, o calendário mais usado no mundo inteiro, inclusive por nós, é o chamado calendário gregoriano, fundado pelo papa Gregório no ano de 1582. O seus antecessores foram os calendários juliano e augustiano.

Bem lá no início dos tempos, a ideia de formular um calendário surgiu em razão da necessidade de se medir o tempo a fim de se comemorar festas religiosas, assim como para plantar e colher.

As coisas evoluíram muito de lá para cá! Isso se deve a mudanças realizadas pelos homens ao longo da História.

Em certa época da História, os meses do ano eram medidos por meio do calendário lunar, baseado nas fazes da lua. Dessa forma, os meses do ano eram:

1. Martius 
2. Aprilis 
3. Maius 
4. Iunius 
5. Quintilis 
6. Sextilis 
7. September 
8. October 
9. November 
10. December

No entanto, isso gerava confusão porque o calendário não coincidia bem com as estações do ano. 
Então, o sistema evoluiu para o calendário solar, baseado nos movimentos do sol, com dois meses adicionais: januaris e februaris.
Embora este calendário seja o mais moderno, estima-se que ele foi usado pela primeira vez há cerca de 6000 anos pelos egípcios.
Dessa forma, atualmente os meses ficaram assim organizados:

1. Januaris
2. Februaris
3. Martius 
4. Aprilis 
5. Maius 
6. Iunius 
7. Julius 
8. Augustus
9. September 
10. October 
11. November 
12. December

Se você reparar atentamente, perceberá que os meses 7 e 8 mudaram seus nomes de quintilis e sextilis para julius e augustus.
Isso ocorreu por causa de mudanças feitas no período romano. O Senado Romano decidiu homenagear o ditador Júlio César e o fundador do Império Romano César Augusto. Exatamente por isso que surgiram os nomes dos meses julho e agosto.

Por que um ano tem 365 dias?

Um ano solar ou tropical tem 365 dias, 5 horas, 48 minutos e 46 segundos, que corresponde ao tempo que a Terra demora para dar uma volta completa ao redor do Sol. 

Ano bissexto

Como a Terra demora 365 dia e algumas horas para completar uma volta ao redor do Sol, aproximadamente 6 horas a mais, convencionou-se somar essas horas e contabilizá-las quando equivalerem a 1 dia. O cálculo é simples: 4 x 6h = 24h. E 24 horas corresponde a 1 dia.
Assim, a cada 4 anos, um ano terá 366 dias. Esse ano é chamado de bissexto.

Resumindo:

  • Quantos meses tem um semestre: 6 meses consecutivos.

  • Quantos meses tem um bimestre: 2 meses consecutivos.
  • Quantos meses tem um trimestre: 3 meses consecutivos.
  • Quantos meses tem um quadrimestre: 4 meses consecutivos.

Walderlei

Servidor público concursado, bacharel em Direito e em Segurança Pública, tendo frequentado ainda 6 semestres do curso de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Ceará. Apaixonado pelo conhecimento!

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem