Uma sala tem quatro cantos e em cada canto tem um gato. Cada gato vê três gatos. Quantos gatos há na sala?

Resolver problemas de raciocínio lógico, os quais também são conhecidos como charadas, é muito interessante porque através deles podemos comprovar o quanto o nosso cérebro é complexo e fantástico, podendo muitas vezes até mesmo nos levar ao erro de pensamento.

Nesse sentido, trouxemos aqui um desafio para testar nossa capacidade de usar a cuca:
uma-sala-quatro-cantos-4-cantos-um-gato-3-gatos-três-gatos

Uma sala tem quatro cantos e em cada canto tem um gato. Cada gato vê três gatos. Quantos gatos há na sala?

Inicialmente, a questão nos dá uma colher de chá quando afirma que uma sala tem quatro cantos e em cada um desses cantos há um gato.
Assim, já podemos chegar a uma constatação importante: se em cada canto existe 1 gato e são 4 cantos no total, então existem 4 gatos na sala.
Até aí, tudo ótimo, não é mesmo? Maravilha!

Porém, o caldo engrossa mesmo é quando prosseguimos na leitura do enunciado: cada gato vê três gatos.
E agora José?
Agora o bicho pega, pois nossa mente começa a querer complicar as coisas na tentativa de desesperadamente solucionar o problema.
Começam então as contas de multiplicar para todo lado.
Podemos, inclusive, cair na tentação de multiplicarmos 4 x 3, haja vista que cada gato vê 3 gatos.
É exatamente aí que mora o perigo! 
Por essa razão, fizemos o alerta lá no início do texto: as vezes as coisas são simples, mas nós as complicamos. Será que também dá para usar isso como lição de vida? Talvez sim!
Observe a imagem abaixo e veja como a solução do caso é mais fácil do que imaginamos:
uma-sala-tem-4-cantos-cada-canto-tem-1-gato
Ora, se a sala tem quatro cantos e em cada um deles tem um gato, é óbvio que cada um desses gatos verá três gatos: são exatamente os gatos que estão nos outros três cantos da sala.
Significa dizer que:

👉 o gato 1 obrigatoriamente vê os gatos 2, 3 e 4;
👉 o gato 2 obrigatoriamente vê os gatos 1, 3 e 4;
👉 o gato 3 obrigatoriamente vê os gatos 1, 2 e 4;
👉 o gato 4 obrigatoriamente vê os gatos 1, 2 e 3.

Todos eles se veem simultaneamente, ou seja, ao mesmo tempo, motivo pelo qual não podemos inventar nada de multiplicar, sob pena de raciocinarmos incorretamente.

Portanto, não é necessário realizarmos nenhum cálculo aritmético complexo para sabermos que existem apenas 4 gatos na sala. Diante dessa comprovação, o gabarito do teste proposto é a letra a.

Se essa questão "bugou" a sua cuca, compartilhe-a com seus amigos e veja se eles são capazes de solucionar o enigma!

Charadas relacionadas:

Walderlei

Servidor público concursado, bacharel em Direito e em Segurança Pública, tendo frequentado ainda 6 semestres do curso de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Ceará. Apaixonado pelo conhecimento!

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem